Categoria: Eleições Municipais

Eleições municipais: balanço final

. Abstenção - A explicação para os elevados índices de abstenção registrados no pleito (23,1% no primeiro turno e 29,4% no segundo turno) vai além da questão pandemia. É evidente que parcela significativa do eleitorado está desencantada com a política em geral e o cidadão médio não se sente representado a contento. As urnas, ao…
leia mais

Eleições municipais em números

. Conforme o esperado, o índice de abstenção registrado no primeiro turno das eleições municipais de 2020 foi elevado. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, nada menos que 23,1% dos eleitores não compareceram ao pleito. Em larga medida, a pandemia explica esse quadro, mas também é inegável a afirmação de que a campanha não empolgou a…
leia mais

Eleições municipais: vencedores e derrotados – 2

Concluído o primeiro turno das eleições municipais, já se pode fazer um balanço em torno dos resultados do pleito. De modo geral, não há vencedores ou derrotados absolutos, mas sim um quadro de fortalecimento de alguns e de perda de peso político de outros. Jair Bolsonaro - sai menor do pleito. Apoiou candidatos derrotados em…
leia mais

Eleições municipais: vencedores e derrotados

As atenções do mundo político estão voltadas para as eleições municipais, cujo primeiro turno ocorrerá no próximo domingo, 15 de novembro. Mesmo com o quadro geral fragmentado, podem ser feitas algumas observações iniciais. No âmbito partidário, o processo não irá gerar um vencedor absoluto. Ao contrário, partidos de diferentes colorações ideológicas podem se sair bem.…
leia mais

Eleições em São Paulo: Boulos no jogo

A mais recente pesquisa XP/Ipespe sobre a disputa sucessória paulistana confirmou algumas tendências - o prefeito Bruno Covas (PSDB) estabilizou-se na liderança, enquanto Celso Russomanno (Republicanos) perde musculatura e Guilherme Boulos (PSOL) ganha consistência. Nada está definido. De acordo com o levantamento, realizado na capital paulista nos dias 26 e 27 de outubro, Covas oscilou…
leia mais

Reflexões iniciais sobre a sucessão em Manaus

Maior cidade da região Norte do país, com mais de 2,2 milhões de habitantes, a capital amazonense exerce influência econômica, política e social sobre todo o Brasil. O pleito desse ano tem como pano de fundo a pandemia e seus efeitos - Manaus foi das capitais mais afetadas pela Covid. Entre os candidatos na disputa,…
leia mais

Bolsonaro e as eleições municipais

Meses atrás, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou publicamente que não iria apoiar nenhuma candidatura nas eleições municipais desse ano, ao menos no primeiro turno. No entanto, nas duas maiores cidades do país, ele se aproximou de dois candidatos. A movimentação presidencial traz riscos para seu próprio projeto de reeleição em 2022. Eleição em…
leia mais

Reflexões iniciais sobre a sucessão em Goiânia

Com população superior a 1,5 milhão de habitantes, a capital de Goiás é importante centro político e econômico da região Centro-Oeste do país. As eleições municipais, sempre bastante disputadas, registrarão em 2020 mais um importante round para os destinos regionais. Um ponto fundamental no pleito de agora está na decisão do atual prefeito, Íris Rezende…
leia mais

Reflexões iniciais sobre a sucessão em Fortaleza

Segunda maior cidade da região Nordeste, com mais de 2,5 milhões de habitantes, a capital cearense tem grande peso no cenário nacional. A exemplo de Salvador (BA) e Recife (PE), Fortaleza é um manancial de lideranças, e seus destinos políticos interessam a todos. As eleições municipais desse ano deverão ser marcadas por um forte embate…
leia mais

Reflexões iniciais sobre a sucessão em Curitiba

Maior cidade da região Sul do país, com aproximadamente dois milhões de habitantes, a capital paranaense também é estratégica no xadrez político nacional. Modelo de administração em um passado não tão distante, a situação hoje é outra, e o eleito no final do ano enfrentará grandes desafios. Ao contrário de outras capitais, Curitiba, até o…
leia mais