Categoria: Carta Eleitoral

Os doze trabalhos de Bolsonaro

As urnas confirmaram o que já era indicado pelas pesquisas e Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente da República. Derrotar o petista Fernando Haddad pode ter sido o movimento menos difícil para o capitão reformado. Seus múltiplos desafios apenas começam. Vejamos: • comandar um processo de transição transparente e ordenado, de modo a demonstrar que…
leia mais

Fim de jogo

Chegamos ao final da campanha eleitoral. Campanha essa que, apesar de encurtada no tempo, pareceu a muitos uma eternidade. Uma sucessão de eventos dramáticos marcou a temporada. Lula foi o primeiro protagonista do processo sucessório, ainda na etapa pré-eleitoral. Mesmo preso, ele e o PT insistiram até o limite em sua candidatura. Sem sucesso, a…
leia mais

O futuro político do Centrão

Uma das marcas do processo eleitoral em curso foi o acirramento da polarização da sociedade, chegando em alguns casos, ao extremo. Se nas eleições de 2014 ocorreram diferenças, dessa vez, esquerda e direita claramente se dividiram e partiram para o confronto. As consequências disso ainda estão por vir. Dada essa realidade, caberá ao próximo presidente,…
leia mais

PSL: renovação conservadora versão 2018

Inegavelmente, o desempenho do PSL nas eleições foi notável. De nanico, o partido passou a ator de peso na cena política nacional, podendo inclusive ganhar três governos estaduais (Roraima, Rondônia e Santa Catarina). É claro que o efeito Bolsonaro foi importante para o êxito da legenda, mas não só. Os candidatos, em todos os níveis,…
leia mais

O PT depois das eleições

Até pouco tempo atrás, muitos afirmavam que o PT seria o grande derrotado das eleições. Tais análises se mostraram exageradas. De fato, os petistas perderam espaço. No entanto, comparado a MDB, PSDB e DEM, que igualmente integram o establishment político, o PT teve desempenho mais do que razoável no pleito, tanto que reelegeu três governadores…
leia mais

Sobre as eleições para governador – segundo turno

Os resultados do primeiro turno das eleições indicam que, de certo modo, houve um descolamento entre os votos concedidos ao Legislativo e ao Executivo. No caso do Legislativo, em especial a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, o eleitor optou por muitos nomes novos, não ligados ao establishment político-partidário. Os elevados índices de renovação…
leia mais

DataFolha: o estado real da disputa sucessória

O grande mérito da pesquisa do DataFolha é que ela fornece informações cruciais sobre o real estado do embate sucessório. Para além de críticas ao método ou a possíveis distorções no resultado, o levantamento balizará as estratégias de campanha das duas candidaturas. São inegáveis a expressiva vantagem e o consequente favoritismo de Jair Bolsonaro (PSL).…
leia mais

Sobre os derrotados no Congresso Nacional

Nas eleições de domingo último, chamaram a atenção os resultados negativos para muitos medalhões do Congresso Nacional. As mudanças se deram tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal. Contrariando todos os prognósticos, a renovação da composição da Câmara foi a maior dos últimos tempos. Algo em torno de 52%. No Senado essa renovação…
leia mais

Em algum lugar do passado

As urnas confirmaram as projeções dos institutos de pesquisa e a sucessão presidencial será decidida em segundo turno. Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) já se movimentam em uma campanha que promete duros embates. De lado a lado, os desafios serão múltiplos, visando as mesmas metas - ampliar o leque de apoiadores para ganhar…
leia mais

Sinal amarelo para o PT

A safra de boas notícias para a campanha petista parece estar chegando ao fim. Após uma série de pesquisas que mostravam crescimento constante de Fernando Haddad (PT), dois dos três últimos levantamentos apontam mudanças no cenário. O candidato não só perdeu velocidade como viu seu principal adversário, Jair Bolsonaro (PSL), abrir uma confortável frente. Mais…
leia mais