LUCIANO HUCK

LUCIANO HUCK

O atual quadro de incertezas tem levado parte do establishment a buscar nomes fora
da política para o processo sucessório. Nos últimos meses, o apresentador Luciano
Huck, ainda sem partido, tem respondido positivamente a esses ventos favoráveis que,
em conjunto com o explícito movimento de alguns aliados que o incentivam nessa
jornada, vem demonstrado interesse em se apresentar como uma possível alternativa
eleitoral.

Nascido em São Paulo em setembro de 1971, Luciano Grostein Huck é empresário e
bacharel em Direito. De família tradicional judaica, há tempos ele milita no ramo do
entretenimento. Trabalhou em rádios e teve uma coluna no Jornal da Tarde. Depois,
apresentou programas na TV Gazeta, na TV Bandeirantes e na TV Globo, onde está
desde o ano 2000.

Ele é diretor-presidente do Instituto Criar, ONG que promove o desenvolvimento
social, pessoal e profissional de jovens por meio do audiovisual.
Casado com a também apresentadora Angélica, com quem forma uma espécie de
"casal 20" da televisão brasileira, ele tenta passar a imagem de bom moço. Esse
suposto bom-mocismo, por sinal, pode se tornar um ponto frágil em uma eventual
campanha. Muitos criticam certa "falsidade" da imagem "família feliz" e os adversários
certamente explorarão esse aspecto.

Polêmicas não faltam na vida de Huck. Ele foi alvo de uma ação civil pública movida
pelo município de Angra dos Reis (RJ) por danos ambientais acusados por obras em sua
casa de veraneio. Huck acabou beneficiado por um decreto do então governador
Sérgio Cabral que alterou a legislação ambiental da região.

Huck é uma celebridade e, nessa condição, sempre é visto ao lado das mais diversas
figuras - inclusive nomes notórios, como os empresários Joesley Batista, Eike Batista,
do ex-governador Sérgio Cabral e do senador tucano Aécio Neves, de quem, aliás,
sempre foi muito próximo. A divulgação massiva dessas imagens não cairia bem para a
campanha de Huck, que antes mesmo de começar, já vem sendo amplamente
explorada, na intenção de demonstrar que Huck não é tão ingênuo ou inexperiente
como a imagem de bom moço que foi cuidadosamente construída ao longo de anos,
tenta demonstrar.

Outro ponto crítico é seu vínculo com a Rede Globo. Ele seria apresentado como o
"candidato de uma emissora", um prato cheio para seus adversários.

A seu favor o apresentador conta com uma larga experiência em televisão e outras
mídias e o fato de ser nacionalmente conhecido. Esses são importantes ativos políticos
de Huck.

No momento, ele conversa com diferentes partidos, entre eles o PPS, que deixou as
portas abertas para o apresentador. Huck tem se cercado de figuras de peso, como o
economista Armínio Fraga, que se tornou um conselheiro do pré-candidato. Também
se aproximou de movimentos como o Agora!, Renova Br e Livres, que podem integrar
sua base política.

Caso confirme sua candidatura, Luciano Huck será um nome competitivo no processo
sucessório. Restará a ele mostrar habilidade política, atributo que não se sabe se Huck
detém.

André Pereira César
Cientista Político

Comments are closed.